|

Inspiração…

| blog

É, hoje eu vou falar de você…

As vezes a tenho com afinco de menino, tão fugaz, que muitas vezes a perco, e fico sem prumo

Tão sorrateira quanto aquele beijo roubado no cinema, insólita, como o vocabulário inteiro, complexa, menina arteira

Sorrateira e espevitada

Benzodiazepina

Eufórica

Embaraçada, superestimada e sumida

Me abandona, me deixa calado e mudo

Te encontro no sorriso de outrem, no desabrochar daquele lírio rosa

Encontro você até no desencontro das minhas palavras desprendidas

Na lucidez das manhas chuvosas

Assim, eu e você caminhamos, nos meus ardis secretos romances

Tão meus, e nada seus, tão singular

Por favor, não me abandona, e nem seja fujona…

Juvenil e senil

Seja na medida, no ponto certo, que assim da liga

De outro jeito não a quero, e nem tente ser letárgica

Estrada de mão única, devassa, que não precisa de mim

Igual alguns amores cruéis, inefáveis e embriagantes

Incansável e louca!

E tão dissimulada

Igual agora…

Eu aqui e você lá fora

Inspiração, inspiração, cadê você?

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: