|

Cine Ansiedade: 15 ou 30 minutos?

| blog

Eu viajo pelo tempo, dentro de constantes picos emocionais. Corro para fugir da sensação que devora a minha alma e tira a minha paz.

15 ou 30 minutos?

Eu não sei ao certo. Mas, tive a infeliz impressão de viver dentro de um loop infinito, onde tudo se maximizava em milhões de reações adversas e eu me perdia dentro daqueles tantos sintomas estranhos.

Toda aquela percepção racional se esvaía do meu ser.

Já não me reconhecia e quem assumia o comando era a emoção.

Torpe emoção enfadonha, porque roubastes a minha racionalidade?

O que ganhaste me levando embora?

15 ou 30 minutos?

Alguém afere minha pressão? Meça esse cão? E minha oxigenação?

Durante todo aquele imbróglio, a razão queria voltar, dialogar, ela queria me acalmar.

E quase todos os meus músculos se enrijeceram involuntariamente, se contraiam violentamente e, aos poucos, era agraciado com um intenso formigamento que abraçava meu corpo e me pegava pelas mãos sorrateiramente.

No meio daquele furacão, daquela erupção emocional, do curto-circuito, eu começava a tomar consciência e alí eu já sabia que tudo não passava de um grande truque.

Vivia uma farsa, uma grande mentira que eu inventei…

Respira… Fica calmo…

E ainda me perco na grande pergunta, na incógnita inalcançável…

São 15 ou 30 minutos?

Autor: Gustavo Rugila

One Response to " Cine Ansiedade: 15 ou 30 minutos? "

  1. isolda disse:

    Ansiedade…eita luta diária!! rsrs
    Junho não tem textão?
    Parabéns pelo livro, a capa é de muito, mas muito bom gosto. Desejo sucesso!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.